Amazon (AMZO34) reporta prejuízo de US$ 3,8 bi no 1º trimestre; ações desabam

A Amazon (AMZO34) reportou prejuízo líquido de US$ 3,8 bilhões no primeiro trimestre, ou US$ 7,56 por ação diluída. Um ano antes, havia lucrado US$ 8,1 bilhões, ou US$ 15,79 por ação diluída.

Após a divulgação do resultado as ações da Amazon no pós-mercado americano desabavam 8,85%, após ganharem 4,6% no pregão regular.

Andy Jassy, ​​CEO da Amazon, destacou que a pandemia e a guerra entre Rússia e Ucrânia trouxeram “desafios incomuns”. Segundo ele, os serviços na nuvem da empresa tem sido “fundamentais para as empresas enfrentarem a pandemia”.

“Hoje, como não estamos mais buscando capacidade física ou de pessoal, nossas equipes estão totalmente focadas em melhorar a produtividade e a eficiência de custos em toda a nossa rede de atendimento. Nós sabemos como fazer isso e já fizemos isso antes. Isto pode tomar algum tempo”, explicou.

Previsão de vendas abaixo das expectativas

Segundo a empresa, a expectativa de receita no segundo trimestre, na faixa entre US$ 116 bilhões a US$ 121 bilhões, representa um crescimento entre 3% e 7% em comparação com o segundo trimestre de 2021, e ficou abaixo da estimada pelos analistas da Refinitiv, de de US$ 125,5 bilhões.

“O prejuízo líquido do primeiro trimestre de 2022 inclui uma perda de avaliação antes de impostos de US$ 7,6 bilhões incluído nas despesas não operacionais de nosso investimento em ações ordinárias na Rivian Automotive, Inc”, escreveu, em relação à empresa de veículos elétricos.

Mais dados da Amazon

O lucro operacional, por sua vez, diminuiu para US$ 3,7 bilhões no primeiro trimestre, em comparação com US$ 8,9 bilhões no primeiro trimestre de 2021.

Enquanto isso, as vendas líquidas aumentaram 7% para US$ 116,4 bilhões no primeiro trimestre, em comparação com US$ 108,5 bilhões no primeiro trimestre de 2021.

Excluindo o impacto desfavorável de US$ 1,8 bilhão das mudanças ano a ano nas taxas de câmbio ao longo do trimestre, as vendas líquidas teriam aumentado 9% em comparação com primeiro trimestre de 2021.

Adicionalmente, a Amazon antecipou que no segundo trimestre deve registrar um resultado operacional entre US$ 1 bilhão negativo e US$ 3 bilhões positivos, em comparação com US$ 7,7 bilhões no segundo trimestre de 2021.

“Esta orientação pressupõe que o Prime Day ocorra no terceiro trimestre de 2022”, escreveu, acrescentando que a orientação pressupõe ainda, entre outras coisas, que nenhuma aquisição adicional de negócios, reestruturações ou acordos legais sejam concluídos.

Ainda não investe no exterior? Estrategista da XP dá aula gratuita sobre como virar sócio das maiores empresas do mundo, direto do seu celular – e sem falar inglês

The post Amazon (AMZO34) reporta prejuízo de US$ 3,8 bi no 1º trimestre; ações desabam appeared first on InfoMoney.

Desenvolvido por Direto na Web