Beber chimarrão pode ser mais prejudicial que fumar 100 cigarros?

Uma pesquisa compartilhada pelo jornal norte-americano The New York Post aponta que consumir chimarrão, bebida tradicional do sul do Brasil, pode ser pior que fumar 100 cigarros e que poderia causar câncer.

A informação foi baseada em uma pesquisa realizada pelo professor Renato Fagundes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em 2008, que analisou a incidência de lesões no trato digestivo de consumidores de chimarrão.

Leia também!

Porém, o estudo de Fagundes observou um cenário bem específico da substância hidorcabonetos aromáticos policíclicos (PAH, na sigla em inglês) que pode estar ligada a casos de câncer, principalmente de esôfago.

A pesquisa mostrava a presença do benzopireno, um tipo de PAH, nas amostras de erva mate utilizada para as infusões consumidas no estudo. A quantidade de substância era equivalente ao contido em um pacote de cigarros.

A pesquisa então, alerta para que as pessoas tenham cuidado com o consumo da bebida, mas não relaciona o chimarrão com maior incidência de câncer. Outros estudos, mostram que o benzopireno é gerado no processo de secagem da erva mate, que normalmente é feito com o uso de fogo e fumaça.

Erva mate para  chimarrão
Beber chimarrão pode ser mais prejudicial que fumar 100 cigarros? Imagem: FoodAndPhoto/Shutterstock

O Conselho Fiscal do Instituto Brasileiro da Erva Mate aponta ainda que os consumidores devem tomar cuidado com a temperatura que tomam o chimarrão, pois o líquido em temperaturas entre 80 e 100 graus pode causar uma lesão térmica, com agressão à mucosa esofágica.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Beber chimarrão pode ser mais prejudicial que fumar 100 cigarros? apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web