Bolsonaro cresce dois pontos na primeira pesquisa Ipespe de março, dentro da margem de erro

Jair Bolsonaro, presidente da República (REUTERS/Ueslei Marcelino)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) cresceu dois pontos percentuais na rodada da primeira quinzena de março da pesquisa Ipespe de intenções de voto nas Eleições Gerais de 2022. A variação ficou dentro da margem de erro, mas ainda assim ele voltou para perto de seu melhor patamar na disputa eleitoral. O levantamento foi encomendado pela XP Inc.

No cenário estimulado para o primeiro turno (quando o eleitor escolhe seu candidato entre opções apresentadas pelo pesquisador), o presidente subiu de 26% há duas semanas para 28% agora. Houve crescimento de 4 p.p. na comparação com as pesquisas realizadas em dezembro e janeiro.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) manteve os 43%, 15 p.p. à frente de Bolsonaro. Ciro Gomes oscilou de 7% a 8%, Moro manteve os 8% e Doria, 3%. Seguem ainda André Janones (1%), Eduardo Leite (1%) e Simone Tebet (1%). Luiz Felipe D’Ávila e Alessandro Vieira não chegaram a 1%.

Foram realizadas 1.000 entrevistas de abrangência nacional, nos dias 7, 8 e 9 de março. A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-03573/2022. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.

O índice de confiança é de 95,5% (o que significa que se a pesquisa fosse realizada 100 vezes, em 95 delas o resultado ficaria dentro da margem de erro).

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea (quando o eleitor aponta seu candidato sem que nomes sejam apresentados pelo pesquisador), Lula oscilou de 35% para 36%, e Bolsonaro foi de 25% para 26% — é a terceira pesquisa consecutiva de oscilação positiva do presidente.

Moro ficou com 5%, enquanto Ciro chegou a 4%. Doria teve 1% das intenções de voto nesse cenário. Boulos e Felipe D’Ávila não chegaram a 1%. Brancos e nulos somaram 4% e o percentual de entrevistados que não sabem ou não responderam ficou em 24%.

Segundo turno

No segundo turno, a pesquisa mostra uma vantagem de 20 pontos percentuais para Lula (53%) contra Bolsonaro (33%). O ex-presidente também vence contra Moro (51% a 30%), contra Eduardo Leite (55% a 17%), contra Doria (53% a 18%) e contra Ciro (50% a 25%).

Já Bolsonaro perderia para Ciro no segundo turno, por 47% a 36%. Na disputa com Doria, o presidente teria 37% das intenções de voto contra 38% do governador de SP. Moro e Bolsonaro empatariam no segundo turno com 33%. Já contra Eduardo Leite, o presidente venceria no segundo turno por 40% a 35%.

Coronavírus e avaliação do presidente

A pesquisa mostra que 15% dos brasileiros estão com muito medo do coronavírus, ante 23% no levantamento anterior. Esse é o menor percentual registrado desde que a pergunta foi incluída nas pesquisas do Ipespe encomendadas pela XP Inc., em fevereiro de 2020, ainda antes do espalhamento da pandemia no Brasil. O percentual daqueles que dizem não estar com medo foi a 48%, 10 p.p. acima da pesquisa feita há duas semanas.

A avaliação positiva de Bolsonaro quanto ao tema subiu de 25% para 28%, enquanto a avaliação negativa caiu de 56% para 54%. Enquanto isso, a avaliação do presidente em geral subiu de 25% para 27%, melhor patamar desde maio de 2021, e sua avaliação negativa oscilou de 53% para 52%, melhor índice para o governo de Bolsonaro desde julho de 2021. Ambos melhoraram para o presidente pelo terceiro levantamento consecutivo.

A pesquisa mostrou ainda que 97% dos brasileiros tomaram conhecimento do conflito entre Rússia e Ucrânia e que 56% acreditam que a Ucrânia que tem mais razão. 48% acreditam que o posicionamento de Bolsonaro no conflito está parcialmente ou completamente errado ante 42% que acreditam que está parcialmente ou totalmente correto.

De toda forma, 62% acreditam que o Brasil não deve apoiar qualquer um dos lados, 29% dizem que o país deveria apoiar a Ucrânia, 2% a Rússia e 7% não souberam responder.

Receba o Barômetro do Poder e tenha acesso exclusivo às expectativas dos principais analistas de risco político do país send Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados. check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso. error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

The post Bolsonaro cresce dois pontos na primeira pesquisa Ipespe de março, dentro da margem de erro appeared first on InfoMoney.

Desenvolvido por Direto na Web