Canadá aprova primeira vacina vegana contra a Covid-19

As autoridades sanitárias do Canadá aprovaram no último mês a primeira vacina vegana contra a Covid-19. O produto batizado como Covifenz não utiliza nenhum tipo de composição de origem animal.

O imunizante foi desenvolvido pelos laboratórios Medicago e GlaxoSmithKline e pode ser aplicada em adultos entre 18 e 64 anos, no regime de duas doses. Diferente dos demais imunizantes que utilizam ovos de galinha ou culturas de células de mamíferos, a vacina vegana usa partículas que imitam a proteína spike do SARS-CoV-2.

Leia também!

Esse tipo de célula é extraída da planta Nicotiana benthamiana. Durante a pesquisa, a eficácia geral da vacina atingiu cerca de 71% contra as variantes do vírus responsável pela Covid-19.

Já no caso da Delta, a eficácia aumenta para 75,3%. O diretor médico da Medicago, Brian Ward, relatou à CBC News que nos próximos meses será possível entender como a nova vacina age contra a variante Ômicron.

“Embora sejam necessários dados confirmatórios adicionais, dados preliminares e exploratórios mostram que a Covifenz produz anticorpos neutralizantes contra a variante Ômicron”, observou a agência governamental Health Canada.

Canadá aprova primeira vacina vegana contra a Covid-19. Imagem: BaLL LunLa/Shuterstock

A aprovação da vacina vegana foi concedida com algumas condições, entre elas, a obrigatoriedade de a Medicago continuar a oferecer dados sobre a segurança e eficácia do imunizante, “incluindo proteção contra variantes atuais e emergentes de preocupação”.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Canadá aprova primeira vacina vegana contra a Covid-19 apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web