featured-image

Célebre pelos minicarros, Smart se reinventa com o #1, seu primeiro crossover elétrico

De volta ao mercado após ter se tornado parte da montadora chinesa Geely, a Smart apresentou na quinta-feira (7) seu primeiro SUV crossover, nomeado singelamente de #1. O utilitário marca o início de uma nova família completa de automóveis da marca alemã, 100% elétricos.

Três anos atrás, Mercedes-Benz e Geely estabeleceram uma joint venture com sede na China — a Smart Automobile Co. — para supervisionar o desenvolvimento e a produção de futuros Smarts elétricos. Antes disso, a montadora alemã, célebre por seus minicarros, viveu momentos ruins nos anos 2000, época em que chegou a ser liquidada.

“O novo Smart #1 não é apenas a melhor interpretação da renovação da marca, mas sua estreia global estabelece o caminho de desenvolvimento da marca mais fresco”, disse o CEO da Smart Automobile, Tong Xiangbei, em comunicado à imprensa. “As equipes na Europa e na China continuarão a trabalhar juntas de maneira eficiente para implementar ainda mais a estratégia de desenvolvimento voltada para o futuro do ‘layout global de núcleo duplo China-Europa’.”

SUV elétrico Smart #1
Smart/Divulgação

A chegada do Smart #1 vem para marcar um momento de reinvenção. Com 4,3 metros de comprimento e 1,7 m de altura, o modelo expande a montadora para um segmento de subcompactos de maior volume: o armazenamento do porta-malas é 411 litros com os bancos traseiros rebatidos, enquanto o peso total do veículo é um pouco mais de 1.800 kg.


Motor com 268 cv de entrega

Construído sob a plataforma modular SEA, da Geely, o Smart #1 traz um único motor elétrico no eixo traseiro com 268 cavalos de potência e torque máximo de 35 kgfm. A velocidade máxima é limitada a 180 km/h, enquanto a bateria de 66 kWh oferece um alcance de 440 km. Em termos de carregamento rápido, a potência máxima é de 150 kW, permitindo uma recarga de 10 a 80% em 30 minutos.

SUV elétrico Smart #1
Smart/Divulgação

O design externo do #1 divide nuances estéticas com os últimos elétricos da Mercedes-Benz, como o EQA — Gorden Wegener, chefe de design da marca alemã, aliás, também lidera a equipe da Smart. Um recurso que chama a atenção é o ótimo coeficiente de arrasto aerodinâmico — 0,29 —, algo notável para um utilitário.

Com espaço para cinco pessoas, a cabine do #1 traz um painel de instrumentos digital de 9,2”, tela de infoentretenimento de 12,8” e head-up display de 10”. O carro também possui uma chave digital.

SUV elétrico Smart #1
Smart/Divulgação

O Smart #1 será lançado no mercado chinês no último trimestre de 2022. O preço deve ser em torno de 40 mil euros (aproximadamente R$ 206 mil, sem taxação de impostos).

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Célebre pelos minicarros, Smart se reinventa com o #1, seu primeiro crossover elétrico apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web