CEO da Samsung se desculpa por limitar apps no Galaxy S

O CEO da Samsung, Jong-Hee Han, se desculpou com os usuários da Samsung pelo escândalo de limitação de apps e jogos para poupar bateria de dispositivos Galaxy. O caso aconteceu no começo de março, e foi revelado pela comunidade sul-coreana pelo Twitter.

Em uma reunião com acionistas da empresa, o executivo-chefe admitiu que a Samsung não deu atenção às preocupações dos clientes no início, e disse que a companhia “ouvirá os clientes mais atentamente para evitar que esse problema aconteça novamente”.

O caso foi assim, o recurso Game Optimizations Service (GOS) da Samsung já vem instalado nos celulares e tablets mais recentes da linha Galaxy S, além de em alguns celulares mais antigos. O serviço deveria regular o desempenho do sistema durante os jogos para prolongar a vida útil da bateria. Mas os usuários descobriram que o GOS na verdade estava limitando o desempenho de mais de 10.000 apps e jogos populares.

O que aumentou as suspeitas foi que o GOS não estava limitando apps de benchmarking como o Geekbench, o que pode ser considerado manipulação de benchmark. Em resposta, o Geekbench baniu as últimas quatro versões do Galaxy S e do Galaxy Tab S8 de sua plataforma.

Leia mais:

Além das desculpas oficiais, a Samsung já está lançando uma atualização de software para a série Galaxy S22 na Coreia do Sul, desativando as limitações de apps resultantes do GOS. A atualização deve chegar para outros celulares e tablets Galaxy S mais antigos em breve.

Via: GSM Arena

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post CEO da Samsung se desculpa por limitar apps no Galaxy S apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web