Chefe da ONU reforça que pandemia não acabou e aponta que vacinação é “desigual”

Nesta quarta-feira (9), o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, afirmou que a pandemia de Covid-19 ainda não acabou e que o problema pode continuar existindo, isso porque a distribuição de vacinas é “escandalosamente desigual”.

“Os estragos mais trágicos da pandemia foram na saúde e na vida de milhões de pessoas, com mais de 446 milhões de casos no mundo, mais de 6 milhões de mortes confirmadas e outro grupo incontável, que lida com a deterioração de sua saúde mental“, disse Guterres em um comunicado da ONU.

Leia também!

O chefe da ONU disse que muitos lugares do mundo puderam controlar a pandemia de Covid-19 graças às medidas de saúde pública sem precedentes, no entanto, muitos lugares ainda não conseguiram controlar o problema sanitário.

“Seria um grave erro pensar que a pandemia acabou”, disse Guterres. “A distribuição de vacinas ainda é escandalosamente desigual”, reforçou.

Mesmo que cerca de 1,5 bilhão de doses de vacina sejam produzidas todos os meses, o responsável pela ONU informa que aproximadamente 3 bilhões de pessoas ainda não tomaram a primeira dose do imunizante.

Ele ainda explica que tamanha desigualdade favorece o surgimento de novas variantes, que podem fazer surgir novos isolamentos e “sacrifícios em cada país”. Guterres ainda pediu que o mundo “ponha fim, de uma vez por todas, a este triste capítulo na história da humanidade”.

Antonio Guterres, chefe-geral da ONU
Chefe da ONU reforça que pandemia não acabou e aponta que vacinação é “desigual”. Imagem: Alexandros Michailidis/Shutterstock

“Esse fracasso é o resultado direto de decisões políticas e orçamentárias que priorizam a saúde das pessoas nos países ricos, em detrimento da saúde das pessoas nos países pobres”, completou.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Chefe da ONU reforça que pandemia não acabou e aponta que vacinação é “desigual” apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web