Com notícia de estímulo econômico do governo, ETF de ações chinesas XINA11 dispara e chega a avançar mais de 15% na B3

A informação de que o governo chinês dará suporte a estabilidade dos ativos financeiros no País e que estimulará o crescimento econômico futuro fez com que os três fundos de índice que envolvem ativos da China e são negociados na B3 disparassem nesta quarta-feira (16). Por volta das 15h, o XINA11, fundo de índice (ETF) que replica o MSCI China, por exemplo, subia 15,06%, aos R$ 6,57.

Nos últimos dois dias, as cotas desse fundo de índice vinham negociando abaixo dos R$ 6, devido ao agravamento da Covid-19 no País que provoca lockdowns em importantes cidades, além de notícias envolvendo a gigante de tecnologia Tencent e uma multa recorde por supostas violações de normas da autoridade monetária local.

No mesmo horário, os BDRs de ETF (que são recibos de ativos listados no exterior e que são lastreados em fundos de índices) também avançavam: o iShares MSCI China ETF (BCHI39), que também segue o MSCI China, subia 14,10%, cotado a R$ 33,34, por exemplo.

De acordo com a imprensa internacional, Liu He, vice-primeiro-ministro chinês, fez um apelo pela implementação de políticas favoráveis ao mercado para apoiar a economia e por cautela na introdução de medidas que possam prejudicar os mercados, impulsionando as baqueadas ações listadas na China e em Hong Kong nesta quarta-feira.

“Todas as políticas que têm impacto significativo nos mercados de capitais devem ser coordenadas com os departamentos de gestão financeira com antecedência para manter a estabilidade e a consistência das expectativas”, disse Liu, acrescentando que as autoridades serão responsabilizadas por suas ações.

Na ocasião, o vice-primeiro-ministro também afirmou que as negociações entre reguladores chineses e norte-americanos sobre empresas chinesas listadas nos Estados Unidos tiveram progresso positivo e que os reguladores estão trabalhando em planos de cooperação específicos. O governo continuará a apoiar empresas locais que buscam listagem no exterior, disse ele.

(Com Reuters)

Ainda não investe no exterior? Estrategista da XP dá aula gratuita sobre como virar sócio das maiores empresas do mundo, direto do seu celular – e sem falar inglês

The post Com notícia de estímulo econômico do governo, ETF de ações chinesas XINA11 dispara e chega a avançar mais de 15% na B3 appeared first on InfoMoney.

Desenvolvido por Direto na Web