featured-image

Criptomoeda abandonada pelo Facebook ressurge com aporte de US$ 200 milhões

A Aptos, um projeto liderado por ex-funcionários do Facebook, anunciou nesta terça-feira (15) em seu blog que levantou US$ 200 milhões em uma rodada de investimento, confirmando um furo anterior do CoinDesk.

O investimento foi liderado por Andreessen Horowitz (a16z), mas Multicoin Capital, 3 Arrows Capital, Tiger Global, FTX Ventures, Coinbase Ventures e outras empresas também “assinaram o cheque”.

A Aptos é um dos grupos que procuram dar vida à blockchain Diem (antiga Libra), que pertencia à Meta, empresa dona do Facebook. O projeto enfrentou vários obstáculos nos últimos dois anos, e nunca saiu do papel. A empresa 0L também busca reviver a Diem, em parte por meio de seu aplicativo “Carpe”.

Em um segundo texto publicado pela Aptos nesta terça (https://medium.com/aptoslabs/the-aptos-vision-1028ac56676e), a equipe esboçou algumas das especificações técnicas de sua blockchain.

Como destaque, a Aptos disse que seu devnet, ferramenta na qual programadores podem contribuir com o desenvolvimento de seu código, agora está ativo. Há, segundo o projeto, desenvolvedores de grandes companhias de criptomoedas oferecendo seu tempo.

  • Assista: Inflação e crise global podem afundar o Bitcoin? Veja três criptos para se proteger

“Existem grandes empresas como Anchorage, Binance, Blockorus, Coinbase [COIN], Livepeer, Moonclave, Paxos, Paymagic, Rarible e Streaming Fast em nossa comunidade dando feedbacks e contribuindo com o código no devnet”, escreveu Aptos.

“Trabalhamos com os fundadores da Aptos nos últimos anos para dar vida à visão descentralizada que ambos compartilhamos”, disse Joe Lallouz, chefe de produto da Coinbase Cloud, ao CoinDesk, por e-mail. “Estamos incrivelmente empolgados em apoiar toda a equipe com soluções e infraestrutura para trazer mais participantes e desenvolvedores ao ecossistema”, complementou.

A Coinbase é membro da Diem Association, formada por equipes que querem dar vida à blockchain Diem, desde seu lançamento em meados de 2019.

Em sua postagem no blog, a Aptos identificou “plataformas de mídia social de última geração, experiências ricas com tokens não fungíveis (NFTs), jogos da Web 3, empresas de mídia e entretenimento que priorizam o criador de conteúdo, pagamentos baratos e seguros, fintechs integrada a produtos de finanças descentralizadas (DeFi) e muito mais” como aplicações potenciais para serem criadas na empresa.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e se inscrever na newsletter de criptoativos do InfoMoney.

The post Criptomoeda abandonada pelo Facebook ressurge com aporte de US$ 200 milhões appeared first on InfoMoney.

Desenvolvido por Direto na Web