CSN (CSNA3) aumentará preços em 12,5% em 1º de abril, e no dia 15 em 7,5%

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3) anunciou nesta terça-feira, 15, aos seus clientes que vai aumentar os preços do aço no mês que vem. Serão dois reajustes, o primeiro de 12,5% a partir de 1º de abril, e um outro no dia 15, de 7,5%. Os reajustes valem para os laminados a quente, laminados a frio, zincado e aços longos.

O diretor executivo comercial da CSN, Luis Fernando Barbosa Martinez, disse ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, que a companhia está repassando o aumento de custos com o carvão, que disparou nos últimos meses. Em dezembro, o carvão era cotado a US$ 320 a tonelada, e agora já está entre US$ 650 a US$ 700 a tonelada.

Apesar do carvão ser a principal causa do aumento dos custos, o minério também contribui, segundo Martinez. O preço do minério de ferro negociado em Qingdao, na China, fechou hoje (15 de março) cotado a US$ 136,19 a tonelada.

No mês passado, a CSN já havia comunicado aos clientes do mercado de distribuição de aços planos que estava elevando seus preços com a retirada de parte dos descontos concedidos no último bimestre de 2021.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

The post CSN (CSNA3) aumentará preços em 12,5% em 1º de abril, e no dia 15 em 7,5% appeared first on InfoMoney.

Desenvolvido por Direto na Web