Huawei da China é acusada pela Índia de evasão fiscal

O governo da Índia revelou, nesta quinta-feira (3), que a chinesa Huawei Technologies manipulou livros contábeis para reduzir renda tributável no país. A alteração realizada pela fabricate de equipamentos de telecomunicações foi descoberta por uma investigação tributária.

O nome da Huawei foi revelado por uma fonte do governo indiano à agência internacional de notícias Reuters. O Ministério das Finanças da Índia, por sua vez, não nomeou a empresa. A pasta disse apenas que um grande grupo não contabilizou uma receita de 4 bilhões de rúpias, cerca de US$ 52 milhões ou mais de R$ 260 milhões, nos livros.

Leia mais:

O ministério revelou ainda que o grupo de telecomunicações mostrou despesas de 4,8 bilhões de rúpias, mas não conseguiu justificar os gastos. O órgão acrescentou ainda que mais investigações estão em andamento. A Huawei na Índia, por sua vez, não comentou as acusações.

Em fevereiro, autoridades fiscais indianas foram até o escritório da Huawei em Nova Déli e ao centro de tecnologia Bengaluru. Altos executivos das companhia também tiveram suas casas como alvo das incursões do governo da Índia.

Antena 5G
Os Estados Unidos pede que aliados não aceitem a Huawei nas redes 5G. Imagem: KPhrom – Shutterstock

O caso no país se soma à campanha dos Estados Unidos que pede que aliados excluam a empresa de suas redes 5G. A grande preocupação é com a possibilidade de espionagem, mas a Huawei nega qualquer risco de segurança. A companhia também se prejudicou em restrições comerciais impostas pelo governo norte-americano à venda de chips e outros componentes.

O governo da Índia chegou a ignorar a Huawei quando nomeou os fornecedores estrangeiros de equipamentos de rede autorizados a realizar testes 5G.

Via: Reuters

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Huawei da China é acusada pela Índia de evasão fiscal apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web