Mês de março terá missão histórica na exploração espacial; confira o calendário

Em termos de fenômenos naturais, o mês de março será relativamente “quieto”, sem chuvas de meteoros, superluas ou eclipses. Mas teremos um feito digno de nota: o lançamento da Ax-1, primeira missão totalmente privada à Estação Espacial Internacional, marcando uma nova etapa na exploração comercial do espaço.

Lembramos que todas as coordenadas geográficas e datas mencionadas aqui são referentes a um observador em Brasília, e podem ser ligeiramente diferentes dependendo de sua posição no país.

Vale mencionar que devido à invasão da Ucrânia pela Rússia, e sanções econômicas e tecnológicas impostas ao país por diversas nações, é possível que missões organizadas ou com participação da agência espacial russa, a Roscosmos, sejam adiadas ou canceladas.

Calendário Astronômico de março

12 de março: Conjunção entre Vênus e Marte. Os dois planetas estarão a cerca de 4 graus de distância no céu do amanhecer. Procure o par na constelação de Capricórnio, a Leste, antes do nascer do sol.

18 de março: Um foguete russo Soyuz lançará a missão tripulada Soyuz MS-21 para a Estação Espacial Internacional com os cosmonautas russos Oleg Artemyev, Denis Matveyev e Sergey Korsakov. Ele decolará do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, às 15h55.

20 de março: equinócio vernal, data que marca o primeiro dia da primavera no Hemisfério Norte e o primeiro dia do outono no Hemisfério Sul.

27 a 29 de março: Marte, Vênus e Saturno formarão um pequeno triângulo no céu antes do amanhecer, perto da lua crescente minguante. Procure o trio na constelação de Capricórnio, a Leste, antes do nascer do sol.

Treino da tripulação da missão Ax-1
Tripulação da missão Ax-1, da Axiom Space, treina em gravidade zero. Imagem: Axiom Space

30 de março: A Axiom Space lançará o Ax-1, a primeira missão tripulada totalmente privada à Estação Espacial Internacional. Quatro tripulantes voarão para a estação espacial em uma espaçonave SpaceX Crew Dragon e permanecerão em órbita por oito dias. A missão decolará do Centro Espacial Kennedy da NASA, na Flórida, em um foguete SpaceX Falcon 9, às 18h46 GMT.

Também em março, mas ainda sem data

Um foguete Electron, da Rocket Lab, lançará dois pequenos satélites para a frota de observação da Terra da BlackSky Global. A missão, chamada “Without Mission a Beat”, decolará do complexo de lançamento na Península Mahia, na Nova Zelândia.

A Starship, da SpaceX, pode ser lançada em seu primeiro voo orbital a partir da “Starbase”, nome dado às instalações da empresa próximas à vila de Boca Chica, no sul do Texas.

Leia mais:

Como se orientar

Para acompanhar nosso calendário astronômico, é importante saber em que direção olhar e como identificar os principais pontos cardeais. Para isso, você pode usar um velho truque, uma bússola ou um app de astronomia em seu celular.

O velho truque é baseado numa frase que você deve ter aprendido na escola: “o sol nasce a leste e se põe a oeste”. Fique em pé e estique os braços, com o direito apontando para o nascente, e o esquerdo para o poente. Então você terá o leste à direita, o norte à frente, o oeste à esquerda e sul atrás de você.

Quanto às bússolas, quem usa um iPhone não precisa de um app extra: basta usar o “Bússola”, que é parte do iOS. Para Android minha recomendação é o “Apenas uma bússola”, da PixelProse SARL, que é bonito, simples, gratuito e, mais importante, sem anúncios.

Apps como o Sky Safari são essenciais para acompanhar nosso calendário astronômico
O SkySafari usa bússola e GPS para identificar as estrelas para as quais o celular está apontando.
Imagem: Simulation Curriculum

Outra opção é usar um app de astronomia, que usa a bússola do celular e sua localização obtida via GPS identificar o que você está apontando ou indicar para onde olhar. Uma boa opção é o Sky Safari, da Simulation Curriculum Corp., que está disponível em versões para Android e iOS e pode ser usado gratuitamente.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Mês de março terá missão histórica na exploração espacial; confira o calendário apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web