Meta discute criação de tokens para o metaverso do Facebook

Os planos da Meta para a stablecoin Diem ficaram no passado, mas a companhia “mãe” do Facebook ainda está interessada em criar tokens que serão usados no metaverso da rede social. A empresa está explorando um ativo parecido com o ROBUX, do jogo ‘Roblox‘.

A informação foi divulgada pelo jornal Financial Times. Se for confirmado realmente como algo semelhante ao ROBUX, o ativo não será uma criptomoeda. Ainda de acordo com a publicação, os funcionários do Facebook já se referem aos tokens como “Zuck Bucks”, em referência ao CEO Mark Zuckerberg e a gíria para dólares “bucks”.

Leia mais:

Serão tokens sociais, tokens de reputação e moedas de criador. Mas, as discussões são precoces e, assim com o Diem, ainda podem ser abandonadas. Ou até mudar de rumo.

A antiga ideia de stablecoin surgiu na Meta como um projeto no período do verão do hemisfério norte, no ano de 2019. Porém, sofreu com diversos contratempos, incluindo regulatórios e foi encerrada. A empresa de Zuckerberg, então, vendeu os ativos restantes e propriedade intelectual para o banco Silvergate, focado em criptomoedas, no início de 2022.

Metaverso
Os tokens serão para o metaverso do Facebook. Créditos: alphaspirit.it/Shutterstock

Com os tokens do Facebook, a Meta deve ficar de fora do espaço de criptomoedas. Segundo o Financial Times, os funcionários da companhia de uckerberg estão buscando maneiras menos regulamentadas de oferecer uma moeda digital, com token não baseado em blockchain como a melhor opção.

Antes levando o nome da rede social, a Meta mudou para o nome atual em outubro do ano passado. A mudança foi justamente focada nessa construção de metaverso.

Via: Decrypt

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Meta discute criação de tokens para o metaverso do Facebook apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web