Novo surto de Covid-19 faz Tesla paralisar fábrica na China

A China tem reforçado as restrições no país por causa do recente surto de Covid-19. Por isso, diversas companhias precisaram paralisar suas atividades, incluindo fábricas de componentes eletrônicos. Agora, a Tesla também suspendeu suas atividades na planta de Xangai por dois dias.

A montadora de carros elétricos do bilionário sul-africano Elon Musk enviou um comunicado interno, aos funcionários, e também outro aos fornecedores, nesta quarta-feira (16). A fábrica da Tesla em Xangai funciona 24 horas por dia. Assim, as atividades estão paralisadas hoje e nesta quinta-feira.

Leia mais:

Mesmo com o surto de Covid-19 no país e a paralisação muito provavelmente por isso, o comunicado para os funcionários do local não diz o motivo da suspensão. A cidade de Xangai, porém, é uma das localidades chinesas a implementar controles rígidos para conter a doença.

De acordo com a agência internacional de notícias Reuters, dois funcionários disseram ter entendido que a parada nas atividades se aplicava às linhas de montagem, pois o aviso não deixou claro se outras operações também vão parar.

A planta chinesa, conhecida como Gigafatory 3 (ou gigafábrica), produz o sedã Tesla Model 3 e o utilitário esportivo Model Y. Além de suprir o mercado da China, o local é ainda um importante centro de exportação para a Alemanha e o Japão. No mês passado, a fábrica entregou exatamente 56.515 carros, uma média de mais de 2 mil por dia, sendo mais de 33 mil para o exterior.

O sedã Tesla Model 3. Imagem: Tesla/Divulgação
O sedã Tesla Model 3 é produzido na fábrica da China. Imagem: Tesla/Divulgação

Ainda não se sabe se os dois dias de paralisação vai corresponder a uma perda de produção ou se a Tesla pretende compensar. Em outro aviso, a montadora pediu aos fornecedores que estimassem quantos trabalhadores são necessários para atingir a produção total e dessem detalhes daqueles afetados pelas restrições impostas por causa do vírus.

A empresa de Elon Musk ainda pediu que esses fornecedores preparem os funcionários para viver, dormir e comer nas fábricas. O arranjo é similar ao processo de “gerenciamento de ciclo fechado” da China. A Foxconn, fornecedora da Apple, foi autorizada a voltar a funcionar em Shenzhen depois de estabelecer um acordo dessa natureza.

Via: Reuters

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Novo surto de Covid-19 faz Tesla paralisar fábrica na China apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web