OMS recomenda pílula da Merck para casos leves de Covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou o uso do Molnupiravir, medicamento da Merck contra a Covid-19 para pacientes com sintomas leves da doença. A entidade, porém, ponderou que a recomendação só é válida para pessoas com alto risco de internação, como idosos e não vacinados.

O Molnupiravir, que foi desenvolvido pela Merck, precisa ser tomado o mais rápido possível após o surgimento dos primeiros sintomas da Covid-19. Depois disso, a recomendação é que o medicamento seja tomado nos cinco dias subsequentes.

Recomendação para imunodeprimidos

De acordo com a OMS, a vacinação em massa é a melhor forma de combater a Covid-19, mas outros métodos devem chegar para somar a esses esforços. Imagem: MDV Edwards – Shutterstock

A recomendação da OMS foi publicada em um artigo do British Medical Journal, e apontou que pessoas com o sistema imunológico enfraquecido, ou com doenças crônicas, também devem fazer uso do medicamento em casos leves de Covid-19.

“Pacientes jovens e saudáveis, incluindo crianças e mulheres grávidas e lactantes, não devem receber o medicamento devido a possíveis danos “, disse o grupo de especialistas da OMS. A recomendação foi escrita com base em seis ensaios clínicos randomizados, que envolveram 4.796 pacientes.

Maior estudo com o medicamento

Segundo a OMS, esse foi o maior conjunto de dados sobre o medicamento da Merck até o momento, e os testes apontaram que o Molnupiravir reduziu o risco de internação em 43 para cada 1.000 pacientes de alto risco. Além de acelerar o desaparecimento dos sintomas em uma média de 3,4 dias.

A OMS reconheceu, porém, que problemas relacionados ao custo do medicamento podem dificultar o acesso ao remédio por parte de moradores de países de baixa e média renda. Segundo a agência, isso pode ser um desafio a mais e um potencializador da desigualdade na saúde.

Leia mais:

A organização lembrou que a principal ferramenta na luta contra a Covid-19 deve ser a vacinação, porém, a adição de novos tratamentos orais é positiva. De acordo com os especialistas, isso acontece porque esses medicamentos podem inibir a replicação do vírus, além de serem mais resistentes a novas variantes.

Via: Medical Xpress

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post OMS recomenda pílula da Merck para casos leves de Covid-19 apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web