Petróleo brent chega perto dos US$ 120, investidores monitoram negociação Rússia-Ucrânia e mais destaques do mercado hoje

petróleo plataforma índices preços queda baixa óleo

Os mercados asiáticos fecharam mistos nesta quinta-feira (3), enquanto os índices futuros americanos têm leve queda e Europa tem baixa, com as tensões permanecendo altas devido à crise Rússia-Ucrânia, e com os preços do petróleo e das commodities continuando a subir.

A alta de preços do petróleo está contribuindo para os temores de inflação. Os futuros do petróleo West Texas Intermediate, referência do petróleo dos EUA, atingiram US$ 112 por barril durante a sessão de quarta-feira, um preço visto pela última vez em maio de 2011. Já o brent chegou na máxima do dia perto dos US$ 120 o barril, mais precisamente aos US$ 119,84.

Em meio à inflação desenfreada, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, disse na Câmara dos Representantes que continua comprometido em aliviar as pressões de custos por meio de aumentos de taxas, apesar da incerteza que se desenrola na Ucrânia. Já nesta quinta, Powell apresenta às 12h (horário de Brasília) no Senado americano relatório de política monetária.

Hoje também acontecerá a segunda rodada de negociações em relação à guerra entre Rússia e Ucrânia. O encontro está marcado para ocorrer em Belarus para um possível cessar-fogo, segundo o principal negociador russo, Vladimir Medinski.

No Brasil, sai de manhã a 4ª leitura do IPC-S de fevereiro, com projeção de alta de 0,30%, segundo analistas ouvidos pela Reuters. Do lado corporativo, a AES Brasil divulga seus resultados do quarto trimestre de 2021, após o fechamento do mercado.

1. Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA recuam na manhã de hoje (3), depois da forte alta dos principais índices da véspera, apesar das crescentes tensões entre a Rússia e a Ucrânia.

Wall Street encerrou com um forte desempenho ontem após o chair do Federal Reserve, Jerome Powell, sinalizar que o BC dos EUA deve elevar o juros menos do que alguns investidores temiam. Operadores agora veem uma probabilidade de 95% de um aumento de 25 pontos-base nos juros em março.

As leituras dos Serviços PMI e ISM também serão divulgadas na manhã desta quinta-feira.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), -0,13%
  • S&P 500 Futuro (EUA), -0,18%
  • Nasdaq Futuro (EUA), -0,40%

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam mistos, com investidores de olho na guerra na Ucrânia.

Uma pesquisa privada divulgada hoje (3) mostrou desaceleração do crescimento da atividade de serviços chineses em fevereiro, com o Índice de Gerentes de Compras de serviços Caixin/Markit chegando a 50,2 para aquele mês. Isso em comparação com a leitura de janeiro de 51,4.

A marca de 50 pontos nas leituras do PMI separa o crescimento da contração. As leituras do PMI são sequenciais e representam expansão ou contração mês a mês.

  • Shanghai SE (China), -0,09%
  • Nikkei (Japão), +0,70%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +0,55%
  • Kospi (Coreia do Sul), +1,61%

Europa

Os mercados europeus operam mistos com os crescentes temores sobre o futuro da Ucrânia, em meio a mais relatos de explosões na capital Kiev durante a noite, enquanto os investidores seguem na expectativa por uma nova rodada de negociações entre russos e ucranianos.

Ontem à noite, a cidade de Kherson, centro estratégico na Ucrânia Meridional, foi conquistada pelas forças russas, confirmou o prefeito da localidade, Igor Kolykhaev, ao jornal “The New York Times” .

  • FTSE 100 (Reino Unido), -0,21%
  • DAX (Alemanha), -0,55%
  • CAC 40 (França), +0,15%
  • FTSE MIB (Itália), -0,32%

Commodities

Os preços do petróleo continuam subindo na quinta-feira, com o Brent chegando a ultrapassar o patamar de US$ 119 na máxima do dia o barril, mais precisamente US$ 119,84, uma vez que a interrupção do comércio e os problemas de transporte das sanções russas sobre a crise na Ucrânia provocaram preocupações com a oferta, enquanto os estoques de petróleo dos EUA caíram para mínimos de vários anos.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados, incluindo a Rússia, decidiram manter seus planos de um aumento na produção de 400 mil barris por dia em março, apesar do aumento dos preços, ignorando a crise na Ucrânia durante suas negociações e desprezando os pedidos dos consumidores por mais petróleo.

Em Dalian, o minério também segue o seu rali, com alta de quase 7% do seu principal contrato. Na véspera, a ação da Vale (VALE3) ganhou R$ 36,1 bilhões em valor de mercado como reação à alta da commodity. O papel da mineradora fechou a R$ 99,65 e quase bateu patamar de R$ 100, que não é alcançado desde 11 de agosto.

  • Petróleo WTI, +4,16%, a US$ 114,76 o barril
  • Petróleo Brent, +3,90%, a US$ 117,33 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 6,83%, a 797,50 iuanes, o equivalente a US$ 126,29

Bitcoin

  • Bitcoin, -1,11% a US$ 43.409,23 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

Destaque de ontem (2) foi para o Livro Bege, sumário de opiniões que embasa as decisões de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), que apontou que emprego nos Estados Unidos avançou de ritmo “modesto a moderado”, com demanda forte disseminada por trabalhadores e relatos de dificuldades de achar pessoal.

Já o presidente do Fed, Powell disse ser apropriado subir juro em março e que proporá alta de 0,25 ponto. Ele também sinalizou que o Fed poderá elevar os juros em 0,50 ponto percentual, uma vez ou em mais ocasiões, caso a alta dos índices de preços continue mais persistente do que aguarda. A declaração aconteceu durante audiência na Câmara dos Representantes. Hoje, ao meio-dia, ele fala ao Senado.

Enquanto isso, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) concordou com um adição pequena e planejada na produção do óleo em abril, de 400 mil barris por dia (bpd), apesar de os preços terem subido a níveis não vistos em mais de oito anos, em meio a preocupações com a oferta após a invasão da Ucrânia pela Rússia.

Brasil

8h: FGV divulga IPC-S 4ª leitura de fevereiro, com projeção de alta de 0,30%.

10h: PMI Industrial Brasil de fevereiro

14h30: Fluxo cambial semanal

15h: Balança comercial mensal, o consenso Refinitiv é de superávit de US$ 3,55 bilhões

EUA

10h30: Novos pedidos de seguro-desemprego, com expectativa de 235 mil solicitações, segundo analistas ouvidos pela Reuters.

11h45: PMI de Serviços e Composto de fevereiro

12h: PMI ISM de fevereiro

12h: Powell discursa no Senado americano

12h: Pedidos de encomendas à indústria de janeiro

3. Projetos sobre combustíveis

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou ontem (2) ser necessário “impedir” a elevação dos preços da gasolina diante do novo aumento no valor do barril de petróleo. Para isso, segundo ele, o Senado vai retomar, na semana que vem, os debates sobre os projetos que tratam de frear os preços dos combustíveis no país.

“Na próxima semana, os dois projetos de lei que trazem medidas para controlar a escalada dos preços de combustíveis estarão na pauta do Senado. Mais do que nunca, diante do aumento do valor do barril de petróleo, precisamos tomar medidas que impeçam a elevação do preço dos combustíveis”, publicou em sua rede social.

STF retoma votação sobre fundo eleitoral

O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma nesta quinta-feira (3) o julgamento sobre o fundo eleitoral e deve formar maioria para manter o valor de R$ 4,9 bilhões aprovado pelo Congresso. Essa será a terceira sessão em que o chamado “Fundão” será discutido.

Cinco ministros já votaram a favor do valor bilionário: Kassio Nunes Marques, Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luiz Fux e Luís Roberto Barroso. Apenas o ministro André Mendonça, em seu primeiro julgamento colegiado como relator, votou para que o montante deveria ser reduzido. Ainda precisam votar Dias Toffoli, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.

TSE assina acordo com LinkedIn para combater “fake news”

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fechou acordo com o LinkedIn para combater a disseminação de “fake news” durante as eleições. Ao todo, nove plataformas digitais já se comprometeram a colaborar com a entidade.

Em fevereiro, a Justiça Eleitoral anunciou que havia fechado parcerias com o Twitter, TikTok, Facebook, WhatsApp, Google, Instagram, YouTube e Kwai. Segundo documento assinado, o LinkedIn se comprometeu a remover “conteúdos maliciosos”, como contas falsas e com comportamento inautêntico coordenado.

4. Covid

Na última quarta-feira (2), o Brasil registrou 335 mortes e 23.393 casos de covid-19 em 24h, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h.

A média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 509, recuo de 39% em comparação com o patamar de 14 dias antes.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 50.543, o que representa queda de 57% em relação ao patamar de 14 dias antes.

Chegou a 155.320.630 de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil, o equivalente a 72,3% da população.

O número de pessoas que tomaram ao menos a primeira dose de vacinas atingiu 172.732.248 pessoas, o que representa 80,40% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 64.821.199 pessoas, ou 30,17% da população.

5. Radar Corporativo

A AES Brasil (AESB3) divulga seu balanço do quarto trimestre de 2021, após o fechamento do mercado. Confira mais destaques corporativos:

brMalls (BRML3)

A brMalls (BRML3) informou a venda de 30% da sua participação no Center Shopping Uberlândia, localizado na cidade de Uberlândia, estado de Minas Gerais, para os sócios atuais pelo valor de R$ 307 milhões, a ser pago à vista. O valor representa um cap rate 2022 de 6,7%.

A brMalls permanecerá com 21% de participação no empreendimento e se mantêm como administradora e comercializadora do shopping.

Vibra (VBBR3)

A Vibra Energia (VBBR3) anunciou a conversão das debêntures e exercício de opção de compra da Comerc Participações. Dessa forma, a companhia passou a deter 50% da Comerc.

Mater Dei (MATD3)

O Conselho de Administração da hospital Mater Dei (MATD3), em reunião realizada no dia 02 de março de 2022, aprovou, por meio de sua subsidiária RMDS Participações, a celebração do contrato de compra de participação representativa entre 75% e 80% do Hospital e Maternidade Santa Clara, com a permanência da grande maioria dos médicos sócios do HSC.

O Enterprise Value da operação para 100% do HSC, incluindo o imóvel, é de R$ 234 milhões, do qual será descontado o endividamento líquido, implicando um múltiplo implícito de R$ 1,35 milhão por leito.

(Com Estadão, Bloomberg e Agência Brasil)

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

The post Petróleo brent chega perto dos US$ 120, investidores monitoram negociação Rússia-Ucrânia e mais destaques do mercado hoje appeared first on InfoMoney.

Desenvolvido por Direto na Web