Pix bate recorde de transações em um dia e se torna o pagamento mais usado no Brasil

O sistema de pagamentos rápidos, o Pix bateu dois grandes recordes, de acordo com os dados do Banco Central. O primeiro foi ter superado seu próprio recorde de transações em um único dia e o segundo foi – pela primeira vez – ter se tornado a modalidade de pagamento mais usada do Brasil, superando até os cartões.

Na quarta-feira (6), o Pix chegou a 59,9 milhões de transações e movimentou R$ 32,8 bilhões. O recorde anterior era do dia 1º de abril, com 57,8 milhões de transferências que totalizaram R$ 34,9 bilhões. Por outro lado, o recorde de valores por dia da modalidade segue sendo o do dia 20 de dezembro de 2021, quando foi R$ 36,8 bilhões em 51,9 milhões de transações.

Leia mais:

Imagem ilustrativa para chaves Pix
Alexandre Tavares Silva/Shutterstock

Além disso, em março, o Banco Central informou que o Pix é a modalidade de pagamento mais usada no Brasil. Tanto que no quarto trimestre de 2021, chegou a 20,61% da quantidade total de transações realizadas no país, superando o cartão de débito, com 20,28%, e o de crédito, com 19,73%.

No que diz respeito ao volume financeiro, a transferência via TED ainda é a forma mais usada, com 45,35%, enquanto as transferências intrabancárias ficaram com 18,28%, e os boletos e convênios, 13,75%. Já na quantidade de transações, os dados dizem que houve 3,89 bilhões de Pix emitidos no trimestre e o líder deste quesito foram os cartões (crédito, débito e pré-pago), com 9,49 bilhões.

No volume de transações, o Pix também chegou a R$ 1,92 trilhões, mas o primeiro lugar ficou com as transferências (TED, DOC, TEC, cheque e intrabancárias), no valor de R$ 14 trilhões.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Pix bate recorde de transações em um dia e se torna o pagamento mais usado no Brasil apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web