Pixel Watch pode ter controles na pele do usuário

O Pixel Watch, o novo smartwatch do Google, já tinha aparecido em um inventário de operadora nos EUA semana passada. Agora, o site alemão LetsGoDigital descobriu uma patente que pode indicar que o smartwatch contará com controles por toques na pele do usuário.

A patente de 2020, registrada na Organização Mundial da Propriedade Intelectual (WIPO), se chama “Interface de pele para wearables: fusão de sensores para melhorar a qualidade do sinal”.

Com essa tecnologia, o usuário do Pixel Watch poderia fazer gestos na pele para controlar o smartwatch. A patente também indica que futuros fones TWS Pixel Buds Pro do Google podem vir com esse recurso de “interface de pele”.

Para os fones, a pele na frente da orelha seria o ponto dos controles, com o usuário podendo aumentar ou abaixar o volume deslizando o dedo pela área, por exemplo. Já os controles de pele do Pixel Watch seriam no pulso, antebraço e costas da mão.

Os gestos feitos na pele funcionam criando uma “onda mecânica”, que pode ser lida pelos vários sensores e acelerômetros do smartwatch ou fones. A Sony apresentou um recurso parecido chamado “Wide Area Tap” para seus Link Buds.

Leia mais:

Vale apontar que mesmo tendo conseguido a patente, nada garante que o Pixel Watch ou a próxima interação dos Pixel Buds já contarão com a tecnologia. Como o PhoneArena apontou, há boas chances do Pixel Watch ser apresentado em maio na Google I/O Developer Conference.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Pixel Watch pode ter controles na pele do usuário apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web