Relatório Focus: projeção para a inflação sobe de 5,65% para 6,45% após reajuste da Petrobras

A mediana das estimativas para o IPCA, o índice de inflação oficial do Brasil, avançou pela nona semana consecutiva no Relatório Focus, de 5,65% para 6,45%. A alta de 0,8 ponto percentual ocorre após a Petrobras reajustar a gasolina em mais de 18% e o diesel em quase 25% na sexta-feira (11).

Com isso, a projeção para a inflação deste ano está cada vez mais fora da meta do Banco Central, que é de 3,5% com tolerância de 1,5 ponto percentual (ou seja: a meta será cumprida se o IPCA ficar entre 2% a 5%).

A pesquisa, coletada semanalmente pelo Banco Central com mais de 100 instituições financeiras, também aponta um aumento na expectativa para a Selic (taxa básica da economia brasileira), de 12,25% para 12,75%, e para PIB (Produto Interno Bruto) deste ano, de 0,42% para 0,49%.

Os economistas também preveem um dólar mais barato em dezembro, reduzindo a previsão para o câmbio de R$ 5,40 para R$ 5,30.

Expectativas do mercado para 2022:

  • IPCA: alta de 5,65% para 6,45% (9ª semana seguida de alta)
  • Selic: alta de 12,25% para 12,75%
  • PIB: alta de 0,42% para 0,49%
  • Câmbio: queda de R$ 5,40 para R$ 5,30

O mercado também reajustou para cima as suas projeções para a inflação de 2023 e 2024. A do próximo ano subiu de 3,51% para 3,70% e a do ano seguinte, de 3,10% para 3,15%.

A instituições consultadas também reduziram a estimativa de alta do PIB de 2023, de 1,50% para 1,43%, e da cotação do dólar em 2023 (de R$ 5,30 para R$ 5,21) e 2024 (de R$ 5,30 para R$ 5,20).

Meta de inflação

O objetivo a ser perseguido pelo Banco Central é que a inflação fique em 3,5% neste ano, com tolerância de 1,5 ponto percentual (ou seja: a meta será cumprida se o IPCA ficar entre 2% a 5%), mas é cada vez mais improvável que isso ocorra.

Caso o BC não consiga cumprir a meta de inflação, conforme estima o mercado, será o segundo ano consecutivo que isso ocorrerá (em 2021 o IPCA ficou em 10,06%). Para 2023, o centro da meta de inflação é de 3,25%.

Esta reportagem está em atualização.

O que os especialistas da XP recomendam para você? Clique aqui e faça uma simulação de investimentos gratuita, sem robôs

The post Relatório Focus: projeção para a inflação sobe de 5,65% para 6,45% após reajuste da Petrobras appeared first on InfoMoney.

Desenvolvido por Direto na Web