Rumo à Lua: megafoguete do programa Artemis é levado para a plataforma de lançamento

Dentro de apenas alguns dias, o imenso veículo Crawler-Transporter 2, da Nasa, levará o Sistema de Lançamento Espacial (SLS) da agência e a cápsula Orion em uma jornada de 6,4 km até a plataforma de lançamento Pad 39B, no Centro Espacial Kennedy, na Flórida. De lá, o megafoguete vai decolar em direção à Lua pela missão Artemis-1, primeira etapa do Programa Artemis, que visa levar seres humanos a pisar novamente em solo lunar.

This illustration will soon be a reality! In a couple of days, the SLS and @NASA_Orion will roll out of the VAB at @NASAKennedy for its final test before launch of @NASAArtemis I. Will you be watching rollout live?
Coverage info HERE >> https://t.co/bttDeMjo7Z pic.twitter.com/YCv2xpolhl

— NASA_SLS (@NASA_SLS) March 15, 2022

Nesta quinta-feira (17), o foguete SLS e a cápsula Orion serão transportados até a plataforma ,onde serão preparados para o lançamento, atualmente marcado para acontecer até o fim de maio.

“Estamos em muito boa forma e prontos para prosseguir com este rolo”, compartilhou o diretor de lançamento do Programa Artemis, na Nasa, Charlie Blackwell-Thompson, durante uma coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (15). “Vai ser incrível”.

Considerada um passo crítico para o lançamento da missão Artemis-1 não tripulada, a condução do SLS e da cápsula Orion à plataforma começará às 18h (horário de Brasília), com o primeiro movimento do rastreador fora do Edifício de Montagem de Veículos (VAB). O processo de lançamento fará com que o rastreador leve o SLS e a Orion do VAB até a plataforma de lançamento. Estima-se que a jornada demore 11 horas, segundo Blackwell-Thompson.

O foguete Space Launch System (à esquerda) e a espaçonave Orion (à direita) serão levados à plataforma de lançamento nesta semana. Imagem: NASA/Kim Shiflett

O rastreador avançará em direção ao bloco a 0,8 mph (1,3 km/h), próximo ao ritmo máximo (carregado) do veículo de 1,6 km/h (1,6 km/h). “É a coisa mais fenomenal que eu já vi”, disse Tom Whitmeyer, administrador associado de desenvolvimento de sistemas de exploração na sede da Nasa em Washington DC, acrescentando que o lançamento moverá não apenas o rastreador carregado, mas também um lançador móvel para o Pad. “É um feito incrível”.

Embora tenha mais de 50 anos, o rastreador passou por atualizações significativas na preparação para lançar o SLS e a cápsula Orion, “e os técnicos testaram minuciosamente o veículo”, de acordo com Blackwell-Thompson. Ele acrescentou que, mesmo havendo previsão de mau tempo para a véspera, o clima para o dia do lançamento ainda parece bom.

Leia mais:

Para quem quiser assistir ao evento em tempo real, a Nasa TV fará uma cobertura ao vivo do lançamento, que contará com a participação de convidados como o administrador da agência, Bill Nelson.

SLS passará por testes antes de ser lançado à Lua

Uma vez que o megafoguete estiver posicionado na plataforma, a equipe da missão trabalhará para realizar um teste final de pré-lançamento conhecido como “ensaio molhado”. Durante esse teste, os membros da equipe da missão carregarão propelente no SLS e realizarão uma contagem regressiva de lançamento prática.

Durante a coletiva de imprensa, a equipe revelou que estão visando o dia 3 de abril para o ensaio molhado, tendo início às 8h da manhã, pelo horário de Brasília, com duração estimada de 8h. Após esse procedimento, cerca de oito a nove dias de testes se seguirão antes que eles possam levar o SLS e a cápsula Orion de volta ao VAB, se tudo correr conforme o planejado.

A missão Artemis-1 consiste em uma jornada de aproximadamente 26 dias a 450 mil quilômetros de distância da Terra, para circundar a Lua e depois voltar ao nosso planeta. Sem tripulação, o voo testará o SLS e a Orion para garantir que eles sejam capazes de transportar humanos com segurança para o espaço e de volta no futuro.

Com o sucesso da Artemis 1, a Nasa trabalhará para a missão Artemis-2, que está programada para 2024 e enviará astronautas para o mesmo trajeto. Por fim, virá a missão Artemis-3, esperada para não antes de 2025, que levará pessoas à Lua pela primeira vez desde o último pouso lunar da Apollo, em 1972.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Rumo à Lua: megafoguete do programa Artemis é levado para a plataforma de lançamento apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web