featured-image

Rússia x Ucrânia: quase 7 mil apps foram removidos da App Store após invasão

Desde o final de fevereiro, quando a Rússia invadiu a Ucrânia, diversas empresas começaram a impor sanções ao país russo. As ações incluíram o mercado de aplicativos e de acordo com dados recentes da Sensor Tower, 6.982 aplicativos foram removidos da App Store russa nas últimas semanas.

Ao comparar com as duas primeiras semanas de fevereiro, a remoção dos apps da App Store representou um aumento de 105% e foram realizadas periodicamente pela Apple com o objetivo também de remover aplicativos antigos ou defasados.

A maioria destas remoções não foram de grandes aplicativos, só que juntos, foram baixados cerca de 218 milhões de vezes na Rússia, e assim, representam um pouco mais de 3% do total dos 6,6 bilhões de instalações globais.

Além disso, na última semana, a exibição de anúncios foi suspensa nos resultados de busca da App Store russa. Já os usuários, tentando driblar as censuras, estão recorrendo a aplicativos de VPN para mudar a localização e poder acessar as plataformas.

Um exemplo de app fora do ar é o Instagram que passou a ser bloqueado na Rússia a partir da última segunda-feira (14). A rede social foi mais uma a ser removida do país pelo governo de Vladmir Putin após o começo da guerra na Ucrânia. O movimento é uma resposta a um vazamento de comunicados internos da Meta em que a empresa afirma que está deixando que mensagens com discursos de ódio contra militares russos sejam publicadas em contas de usuários de alguns países do leste Europeu.

Apps removidos da App Store russa

Leia mais:

Fonte: TechCrunch

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Rússia x Ucrânia: quase 7 mil apps foram removidos da App Store após invasão apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web