Sem Visa e Mastercard, bancos russos recorrem a sistema chinês

Após Visa e Mastercard decidirem suspender as operações na Rússia, em resposta à invasão da Ucrânia, bancos do país anunciaram neste domingo (6) que vão recorrer a um sistema chinês, acoplado à rede russa Mir.

O Sberbank, maior da Rússia, informou que deve emitir novos cartões de pagamento sob a bandeira UnionPay em breve. O Alfa Bank também anunciou que “já está trabalhando no lançamento de cartões no UnionPay, o sistema nacional de pagamentos da China”, disse em comunicado.

De acordo com as agências de notícias russas, Rosbank, Tinkoff Bank e o Credit Bank of Moscow (MKB) também estão trabalhando na liberação de cartões do sistema chinês.

Leia mais:

Visa e Mastercard fora da Rússia

A Mastercard emitiu uma nota explicando a saída do mercado russo. “Observando a natureza sem precedentes do conflito atual e o ambiente econômico incerto, decidimos suspender nossos serviços de rede na Rússia”.

A Visa, por outro lado, disse que “com efeito imediato” iria “trabalhar com seus clientes e parceiros na Rússia para cessar todas as transações da Visa nos próximos dias”.

De acordo com a Casa Branca, o presidente dos EUA, Joe Biden, durante uma conversa com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, saudou as decisões da Visa e da Mastercard de suspender os serviços na Rússia.

“O presidente Biden destacou as ações em andamento empreendidas pelos Estados Unidos, seus aliados e parceiros e a indústria privada para aumentar os custos para a Rússia por sua agressão na Ucrânia”, disse a Casa Branca em comunicado.

Cartões de crédito da Visa e Mastercard
Visa e Mastercard suspenderam as operações na Rússia. Imagem: Karolis Kavolelis / Shutterstock.com

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Sem Visa e Mastercard, bancos russos recorrem a sistema chinês apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web