Ucrânia usa reconhecimento facial para identificar agressores russos

O Ministério da Defesa da Ucrânia começou a utilizar a tecnologia de reconhecimento facial da startup dos Estados Unidos Clearview AI no último sábado (12). O país recebeu o acesso gratuito ao mecanismo de busca de rostos da startup, confirmou o CEO da empresa, Hoan Ton-That.

O objetivo da empresa é permitir que a Ucrânia possa usar o reconhecimento facial para examinar pessoas suspeitas em postos de controle, além de descobrir possíveis agressores russos, combater a desinformação e identificar mais facilmente pessoas mortas em combate.

Segundo a empresa, em hipótese alguma, autoridades russas podem ter acesso ao seu banco de dados. Porém, apesar de a informação estar sendo amplamente divulgada por membros da empresa, o governo da Ucrânia não informou se realmente está usando o software da Clearview.

No Entanto, um porta-voz do Ministério da Transformação Digital da Ucrânia já havia informado que estava considerando ofertas de empresas de reconhecimento facial e inteligência artificial sediadas nos EUA, entre elas, a Clearview.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Ucrânia usa reconhecimento facial para identificar agressores russos apareceu primeiro em Olhar Digital.

Desenvolvido por Direto na Web